China

Tem ouvido falar do hantavírus? Sossegue, não é perigoso

Tem ouvido falar do hantavírus? Sossegue, não é perigoso

As mensagens que circulam na internet são falsas. Avisos fazem menção a um novo vírus que pode ser a nova pandemia - o hantavírus. O vírus existe mas é improvável que se transforme noutra pandemia.

Um chinês morreu depois de ter sido infetado por hantavírus, na passada segunda-feira. De acordo com o jornal "The Global Times" o homem da província de Yunnan estava de regresso a Shandong, de comboio. A publicação no Twitter do "Global Times" parece ter desencadeado o pânico e foi partilhada milhares de vezes em apenas algumas horas.

O hantavírus é um vírus que se espalha por roedores mas, segundo os cientistas, não é comparável ao novo coronavírus.

Mensagens fraudulentas surgiram nas redes sociais a fazer crer que o hantavírus seria semelhante à Covid-19. Contudo, especialistas dizem que apesar do hantavírus pertencer a uma família perigosa de vírus, conhecida há décadas, não se transmite facilmente entre humanos. O contágio só acontece caso sejam consumidos fluidos corporais de roedores.

Por isso, o relato de uma morte devido ao hantavírus é verdadeiro, mas não tem nada a ver com o novo coronavírus.

O facto é que os casos de hantavírus são bastante raros. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) esclarece que apenas 728 casos de hantavírus foram registados no país entre 1993 e 2017.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG