Nacional

Temperaturas acima dos 30 graus deixam país em alerta para incêndios

Temperaturas acima dos 30 graus deixam país em alerta para incêndios

As temperaturas vão subir aos 30 graus em quase todo o país. Com o país em seca, crescem os receios de mais incêndios. A Proteção Civil ativou o alerta laranja.

Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alertou na quarta-feira para o aumento das temperaturas, com máximas previstas acima dos 30 graus Celsius, esta quinta e sexta-feira em quase todo o território e vento forte, o que vai agravar o risco de incêndios florestais.

Na sequência do alerta do IPMA, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou para o risco de incêndio rural nos próximos dias, avançando que, caso venham a ocorrer fogos, podem evoluir com "grande rapidez de propagação e enorme dimensão".

Num aviso à população, a ANPC adianta que IPMA prevê, para os próximos dias, tempo seco, com índices muitos baixos de humidade relativa, e vento forte.

A ANPC destaca que o risco de incêndio "exige um cuidado redobrado", nomeadamente a adequação dos comportamentos ao uso do fogo no espaço rural de modo a que se "evitem ignições suscetíveis de originar incêndios rurais grandes e facilmente propagáveis".

A Proteção Civil reitera que é proibido fazer uso do fogo junto a espaços florestais, não sendo permitido realizar queimadas ou fogueiras, utilizar equipamentos de queima e de combustão, queimar matos cortados e amontoados ou qualquer tipo de sobrantes de exploração e lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes.

Até ao fim do mês de outubro é ainda proibido fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais ou vias circundantes e proceder à fumigação ou desinfestação de apiários com equipamentos sem dispositivos de retenção de faúlhas.

Segundo o IPMA, os concelhos de Tavira e São Brás de Alportel, no distrito de Faro, apresentam, esta quinta-feira, risco máximo de incêndio.

O Instituto colocou também em risco muito elevado de incêndio os concelhos de Aljezur, Monchique, Silves, Loulé, Alcoutim e Castro Marim (Faro), Odemira e Almodôvar (Beja), Marvão, Nisa e Gavião (Portalegre) e Mação (Santarém).

Estão também em risco muito elevado de incêndio os concelhos de Vila Velha de Ródão e Penamacor (Castelo Branco), Sabugal, Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo, Trancoso, Mêda, Vila Nova de Foz Coa, (Guarda), Sernancelhe (Viseu), Freixo de Espada à Cinta (Bragança) e Arouca (Aveiro).

Outras Notícias