Covid-19

Tempo quente obriga a redobrar cuidados no Alentejo

Tempo quente obriga a redobrar cuidados no Alentejo

A subida da temperatura no Alentejo, nos primeiros dias do mês de maio, levou as autoridades de saúde a deixar um alerta à população, sobretudo aos grupos mais vulneráveis.

Num alerta de saúde pública emitido este sábado, a delegada regional de saúde do Alentejo, Filomena Araújo, sublinhou a necessidade de as pessoas tomarem "cuidados de prevenção e proteção da saúde", em particular "os grupos vulneráveis como crianças, idosos e pessoas com patologias crónicas".

Filomena Araújo recordou a atual situação de emergência em todo o território nacional, no âmbito da qual o Governo emitiu um conjunto de medidas "necessárias para reduzir o risco de contágio e infeções", onde se incluem as restrições à circulação das pessoas na via pública. Mas, no caso do Alentejo, o aumento das temperaturas máxima e mínima, associado a mais saídas de casa, justifica cuidados redobrados, sobretudo no caso das populações mais vulneráveis.

Entre as medidas aconselhadas pela delegada regional de saúde pública, inclui-se evitar saídas à rua, jardins e espaços públicos, evitar a exposição direta ao sol e reforçar a vigilância a idosos, doentes crónicos e pessoas isoladas.

Outras Notícias