Apostas

Terminais dos Jogos Santa Casa já estão operacionais

Terminais dos Jogos Santa Casa já estão operacionais

Os terminais dos cerca de 4800 mediadores espalhados pelo território nacional para registar apostas ficaram operacionais ao início da noite desta terça-feira. Durante o dia, os apostadores não conseguiam registar os boletins do Euromilhões nos terminais de quiosques ou de tabacarias. "A falha técnica no data center" atingiu também a app e o site dos Jogos Santa Casa.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, responsável pela gestão dos jogos sociais do Estado, confirmou que não foi possível fazer apostas nos terminais dos cerca de 4800 mediadores, durante a maior parte do dia. A falha técnica atingiu também a aplicação móvel e o portal dos Jogos Santa Casa, mas a avaria nas duas plataformas ficou logo resolvida ao início da tarde. O mesmo não aconteceu com os terminais dos mediadores.

Esteve "em curso a resolução do problema, com todos os esforços a serem envidados para que seja no mais curto espaço de tempo possível", sublinhou fonte da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa em resposta ao JN, no final da manhã desta terça-feira.

Por volta das 17 horas, os terminais dos mediadores continuavam inoperacionais. Manuela Carvalheira, responsável pela Tabacaria Bonjardim, no Porto, afirmou ao JN que houve clientes a deixar os boletins, para que pudessem ser registados quando o sistema voltasse a funcionar. Mas desde as 8 horas da manhã desta terça-feira, que tal não é possível. "Está a ser um prejuízo terrível", apontou.

Esta terça-feira é dia de sorteio do Euromilhões, altura em que milhares de apostadores registam os respetivos boletins nos terminais dos mediadores. Os registos terminam às 19 horas, mas foi só depois das 20 horas que a avaria ficou totalmente resolvida. "Não é uma avaria normal, porque eles [Santa Casa] fazem as atualizações do sistema durante a noite", explica. Manuela Carvalheira tentou contactar por telefone a responsável pela gestão dos jogos sociais do Estado, mas ninguém atendeu. "Deve estar muita gente a ligar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG