Premium

Testar e errar: mais vale assumir riscos no regresso às aulas

Testar e errar: mais vale assumir riscos no regresso às aulas

Seis meses depois de toda a comunidade escolar se ter enfiado em casa, a 16 de março, voltar à escola parece uma necessidade inquestionável para pais, crianças e especialistas.

Há unanimidade, na certeza, porém, de que esta é uma nova realidade e que o caminho se vai fazer de teste e erro. A fórmula para as aulas em tempos de pandemia ainda não existe, mas psicólogos alertam que os pais têm que desdramatizar.

Para Rolanda Gaspar, de Aveiro, as duas filhas voltarem à escola é importante. É o recuperar da normalidade o mais possível. A mais velha vai para o 12.º ano, já experimentou aulas presenciais no final do ano letivo. A mais nova passou para o 7.º ano.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG