Exclusivo

Testes de deteção da covid-19 só para casos muito específicos

Testes de deteção da covid-19 só para casos muito específicos

Os testes para deteção da covid-19 deixam de estar indicados na maioria das situações. Já nem serão necessários antes de exames ou cirurgias nos hospitais, como acontecia até agora. As visitas aos doentes internados infetados com o SARS-CoV-2 já eram possíveis, mas a Direção-Geral de Saúde sentiu necessidade de reforçar que "devem ser asseguradas".

A Direção-Geral da Saúde atualizou as recomendações para a abordagem de pessoas com suspeita ou confirmação de covid-19. A nova versão da norma 13/2022 revoga vários procedimentos até aqui em vigor.

A partir de agora, a realização de testes para deteção da covid-19 apenas está indicada em pessoas com sintomas de infeção aguda das vias respiratórias se, cumprirem um dos seguintes requisitos: ter risco acrescido para covid-19 grave e com critérios para ser tratado com medicamentos, como antivíricos ou anticorpos monoclonais; por decisão do médico, de acordo com o enquadramento clínico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG