O Jogo ao Vivo

PART

Transportes públicos podem receber mais 100 milhões de euros

Transportes públicos podem receber mais 100 milhões de euros

O PART - Programa de Apoio à Redução Tarifária poderá receber um reforço de 100 milhões de euros, caso a pandemia se agrave e haja necessidade de compensar os operadores de transportes públicos pela manutenção da oferta, apesar da perda de passageiros.

Esse reforço, anunciado pelo Ministério do Ambiente na nota explicativa do Orçamento do Estado, tem sido reclamado por vários autarcas, que lideram as áreas metropolitanas e as comunidades intermunicipais, e pela Associação Nacional de Municípios.

Na proposta de Orçamento do Estado para 2022, foram reservados 138,6 milhões de euros para o PART. No ano anterior, a dotação final foi superior em 60 milhões.

PUB

Porém, o ministro Duarte Cordeiro admite que, àquele programa, "poderão ser acrescidos de mais 100 milhões de euros, caso se verifique um cenário mais adverso de efeitos provocados pela pandemia", como pode ler-se no documento, no qual se destaca que os planos de expansão das redes do metro de Lisboa e do Porto e de metrobus nas áreas metropolitanas e nas cidades médias, como Braga, são para prosseguir.

Nos primeiros quatro meses do ano, a procura dos metros do Porto e de Lisboa e da Soflusa/Transtejo cresceu 119%, embora se mantenha aquém à verificada em 2019. Em comunicado, o ministério dá conta de que o Metro de Lisboa foi o que recuperou mais passageiros (131% face a igual período de 2021).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG