O Jogo ao Vivo

"Memória e Esperança"

Três dias para homenagear os mortos e quem não parou na covid

Três dias para homenagear os mortos e quem não parou na covid

A jornada "Memória e Esperança" está a mobilizar a sociedade para promover atividades que ajudem a homenagear a memória das vítimas da pandemia de covid-19 e a manter a esperança. Nos dias 22, 23 e 24 estão previstas dezenas de ações em quase todos os distritos.

"Queremos homenagear as pessoas que partiram e que a esperança continue", explicou Deolinda Machado, da Comissão Promotora. Mas a iniciativa pretende, também, realçar o valor de quem "trabalhou para ajudar. Não só os profissionais de saúde, mas todos os que não deixaram o país parar, mantendo farmácias e supermercados abertos e as ruas limpas", entre outras atividades. Muitos foram "anónimos, mas prestaram um serviço inestimável à comunidade".

A ideia é que as atividades ajudem à "reflexão sobre a vida pessoal e coletiva, que nos torne mais humanos". E que a esperança seja um "motor" para continuar a vida, sublinha Deolinda Machado.

O dia 22 será dedicado à educação, envolvendo vários agrupamentos de escolas, pois "é fundamental que as crianças também partilhem o que foi para elas esta vivência e o confinamento", refere Deolinda Machado.

No site memoriaeesperanca.pt estão elencadas dezenas de atividades, como exposições, murais, entrevistas, plantação de árvores ou momentos musicais, dinamizadas por escolas, associações, autarquias, instituições de solidariedade social, organizações religiosas, entre outras, por todo o país. Também há iniciativas da comissão promotora, que exortam a população a acender velas e fazer exposições.

Domingo, dia 24, o presidente da República marcará presença na cerimónia de encerramento, ajudando a plantar uma oliveira nas imediações do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

PUB

Cartoons para expor

No site existem cartoons de Luiz Afonso, Cristina Sampaio, André Carrilho, João Fazenda, entre outros, que podem ser usados para realizar exposições. O manifesto também pode ser descarregado.

Tocar sinos e acender velas

Os sinos de igrejas e as sirenes dos bombeiros deverão tocar no dia 24, ao meio dia, durante três minutos. À noite, a população poderá juntar-se à homenagem colocando uma vela à janela ou em espaços públicos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG