Proteção Civil

Três distritos em alerta laranja devido à Covid-19

Três distritos em alerta laranja devido à Covid-19

O comandante da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), Duarte Costa, referiu, esta quarta-feira, que há três distritos em alerta laranja, por concentrarem um maior número de infetados pelo novo coronavírus.

Em causa estão os distritos de Porto, Lisboa e Braga. Os restantes estão em alerta amarelo.

"Com toda esta situação que começou a criar-se com a pandemia da Covid-19, a primeira atitude que nós tomámos foi, de imediato, elevar o estado de alerta especial logo para amarelo para todo o país; e temos, neste momento, três distritos em alerta laranja: Porto, Lisboa e Braga", adiantou Duarte Costa.

Segundo o responsável, estes últimos são os locais "onde as maiores incidências dos riscos e as maiores incidências dos casos" obrigam a ANEPC a "maior coordenação, a uma atividade mais próxima relativamente àquilo que são os agentes da proteção civil" e àquilo que é de si esperado "para para mitigar tudo aquilo que tem que ver com os efeitos da Covid-19".

Para já, não está prevista qualquer alteração nas próximas 24 horas aos atuais estados de alerta especial.

Duarte Costa adiantou, igualmente, que dos 18 planos distritais de emergência existentes em Portugal continentes, dez estão ativados devido à Covid-19: Aveiro, Bragança, Coimbra, Faro, Guarda, Leiria, Porto, Santarém, Vila Real e Viseu.

O comandante garantiu ainda que foram já criadas as reservas de meios necessárias para, por um lado, implementar as medidas que vierem a ser determinadas pela Direção-Geral de Saúde e, por outro, substituir elementos afetados, eventualmente, pelo novo coronavírus.

Numa conferência de imprensa na sede da ANEPC, Duarte Costa assegurou, também, que "muito em breve" chegará a Portugal o material de proteção individual encomendado ao estrangeiro. Quando tal acontecer, este será "imediatamente distribuído" a todos os agentes de Proteção Civil". Até ao momento, a ANEPC tem estado a recorrer às suas reservas para fornecer máscaras e outros equipamentos a todos os profissionais que atuam na primeira linha contra o vírus, acrescentou.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG