O Jogo ao Vivo

Covid-19

Três mortes e 198 infetados nas últimas 24 horas. Internamentos diminuem

Três mortes e 198 infetados nas últimas 24 horas. Internamentos diminuem

Portugal registou, este sábado, mais três mortes por covid-19 e 198 novos casos de infeção. Lisboa pela primeira vez abaixo dos 50% em mais de três meses.

Três pessoas morreram nas últimas 24 horas, elevando para 1775 os óbitos confirmados por covid-19. Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste sábado, foram contabilizados mais 198 infetados, menos 37 que os 235 anotados na quinta-feira.

Desde o início da pandemia, em março, já conseguiram recuperar da doença 39585 pessoas, mais 211 nas últimas 24 horas.

Duas das vítimas são da região de Lisboa e uma da região Norte, um homem e duas mulheres, todos com mais de 80 anos.

Os dados revelados este sábado mostram uma descida substancial no número de doentes hospitalizados, que caiu de 348 para 321 (menos 27 de ontem para hoje). Os pacientes internados em Unidades de Cuidados Intensivos também diminuíram - são agora 37.

Dos 198 infetados contabilizados nas últimas 24 horas, 94 são da Região de Lisboa, o que equivale a cerca de 47% do total, abaixo da percentagem média da semana, que rondou os 60%, pela primeira vez, em três meses, abaixo dos 50% de positivos num dia. No total, a RLVT soma 27888 infeções e 629 óbitos.

O Norte, com mais 66 casos, registou o maior aumento do mês, contabilizando agora 19419 infetados desde que começou a pandemia, a 2 de março. Neste período de tempo, 839 perderam a vida, vítimas do novo coronavírus na região nortenha.

Na região Centro foram anotados mais 16 casos, com o acumulado a ascender a 4584 infetados e 253 vítimas mortais desde março.

O Alentejo, com mais 13 casos, soma agora 812 casos positivos e as mesmas 22 vítimas mortais. Situação idêntica no Algarve, que contabilizou mais oito casos, de 957 para 965, mantendo as mesmas 17 vítimas mortais.

Os Açores não regista novos casos pelo segundo dia consecutivo, mantendo-se com 184 infetados e 15 óbitos desde o início da pandemia, enquanto a Madeira acumulou mais um doente com covid-19, mantendo-se sem vítimas mortais associadas à doença.

Portugal continua sem registo de mortes abaixo dos 20 anos e a faixa etária acima dos 80 anos continua a ser a mais atingida pela mortalidade por covid-19.

Quanto a casos confirmados, distribuem-se por todas as faixas etárias sendo as idades até aos nove anos as menos afetadas por infeções até ao momento.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 760 mil mortos e infetou mais de 21 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG