Podence

Turismo Porto e Norte diz que classificação dos Caretos "enriquece região"

Turismo Porto e Norte diz que classificação dos Caretos "enriquece região"

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Luís Pedro Martins, considerou hoje que a inscrição dos Caretos de Podence no Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO "enriquece ainda mais a região".

"Depois do Santuário do Bom Jesus de Braga, classificado Património da Humanidade em julho deste ano, a distinção do Entrudo Chocalheiro de Podence como Património Cultural Imaterial da Humanidade é mais uma notícia que confirma 2019 como um grande ano para o Porto e Norte", refere o presidente da TPNP, citado em comunicado enviado à agência Lusa.

Luís Pedro Martins aponta que "esta é uma excelente notícia" que "enriquece ainda mais a região do Porto e Norte de Portugal".

Os Caretos de Podence foram hoje declarados Património Cultural Imaterial da Humanidade pela organização das Nações Unidas, para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

A decisão foi anunciada na Assembleia Geral da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, que decorre até sábado, em Bogotá, na Colômbia.

Os tradicionais mascarados do Entrudo Chocalheiro da aldeia do concelho transmontano de Macedo de Cavaleiros passam a estar integrados numa lista mundial onde Portugal já tem o Fado, o Cante Alentejano, a Dieta Mediterrânica, a Falcoaria e os chamados "Bonecos de Estremoz".

As "Festas de Inverno Carnaval de Podence" foram a única candidatura selecionada pelo Governo português para representar Portugal nesta XIV reunião do Comité Internacional da UNESCO.