Nacional

UGT entrega propostas e posições sobre ajuda externa

UGT entrega propostas e posições sobre ajuda externa

O secretário geral da UGT, João Proença, afirmou esta terça-feira, em Lisboa, à entrada para uma reunião com a 'troika', que a estrutura sindical irá apresentar um documento escrito com as suas propostas e posições.

João Proença explicou ainda que a UGT espera, sobretudo, responder às questões que lhe forem colocadas e "pouca abertura por parte da 'troika'" uma vez que esta ainda está em fase de consulta.

"Esperamos que sejam colocadas algumas questões que considerem relevantes. Achamos, de facto, que estas negociações são extremamente duras e que a nível nacional existem sinais de divisão que enfraquecem a posição negocial", disse.

O secretário-geral da UGT disse que será apresentado um documento à 'troika', mas não quis adiantar pormenores sobre o seu conteúdo.

A 'troika' que está em Lisboa para negociar a ajuda financeira a Portugal é composta pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu (BCE) e Comissão Europeia (CE). Reúne cerca de duas dezenas de técnicos e é liderada por Jürgen Kröger (CE), Rasmus Rüffer (BCE) e Poul Thomsen (FMI).

Esta equipa está a realizar encontros com várias entidades portuguesas - desde parceiros sociais, centrais sindicais, partidos políticos a responsáveis e especialistas de várias áreas -, de modo a estabelecer os compromissos que Portugal terá de assumir para, em troca, receber o empréstimo pedido pelo Governo.

Após acordo com as autoridades portuguesas, as delegações irão redigir um memorando de entendimento, que será enviado para Bruxelas e terá de ser aprovado pelo Ecofin, que reúne os ministros das Finanças da UE.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG