Nacional

"Um animal não é um presente de Natal"

"Um animal não é um presente de Natal"

A Associação São Francisco de Assis, em Cascais, lançou uma campanha de sensibilização para os perigos da adoção de animais irresponsável.

A Associação São Francisco de Assis (SFA), em Cascais, lançou uma campanha de sensibilização para os perigos da adoção de animais não responsável. Esta entidade participada pelo Município de Cascais tem como objetivo proteger animais de companhia faz um apelo a um "Natal consciente", relembrando que "um animal não é um presente".

A ação, desenvolvida pela agência "NOSSA" e produzida pela "Bom da Fita", corre nas redes sociais, através de um vídeo, e nas ruas do Município de Cascais, durante a quadra natalícia. O apelo é feito através de posters onde se lê o o slogan da campanha "Neste Natal seja consciente. Animal não é um presente!", acompanhado de fotografias dos bichinhos que estão para adoção na SFA, com nome e idade.

João Salgado, vice-presidente executivo da SFA, explica que "a adoção de um animal de companhia é uma decisão que requer reflexão e implica o envolvimento de toda a família que irá passar a ter mais um elemento".

O executivo apela a que se pense "bem acerca das implicações inerentes ao acolhimento de um animal no seio familiar". Por fim, João Salgado relembra que o abandono e os maus tratos dos animais de companhia são "crimes puníveis por lei que devemos evitar a todo o custo".

Em Portugal, são abandonados, todos os anos, mais de 40 mil animais, diz Jorge Cid, bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, e este número foi particularmente alto durante a primeira vaga da pandemia de covid-19.

Em 2018, outras associações como a União Zoófila e o Cantinho dos Animais Abandonados de Viseu negaram os pedidos de adoção nas semanas que antecederam ao Natal.

PUB

A Associação São Francisco de Assis é uma associação sem fins lucrativos, que atua na proteção de animais de companhia abandonados ou perdidos no concelho de Cascais. Desde 2001, já foram resgatados 4550 animais, e a taxa de sucesso das adoções feita pela associação é de 90%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG