Exclusivo

Um cartão de compras para travar o estigma da pobreza

Um cartão de compras para travar o estigma da pobreza

Projeto-piloto da Cruz Vermelha atribui um saldo para a aquisição de bens no supermercado em vez de cabazes. Objetivo é dignificar o apoio e permitir escolhas individuais.

Rosa Vale não precisa de lista na hora de ir ao supermercado. Leva na memória os produtos que lhe faltam na despensa e, enquanto percorre os corredores, está atenta às promoções. Compra um pouco de tudo e paga com o cartão solidário da Cruz Vermelha Portuguesa que, desde abril, tem sido carregado pela instituição com 75 euros mensais. A viver com o Rendimento Social de Inserção, é um dos 1170 agregados familiares carenciados, num total de cerca de três mil pessoas, abrangidos pelo projeto-piloto que troca a entrega física de bens de primeira necessidade por cartões recarregáveis para gastar nos supermercados.

Promover a cidadania

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG