Exclusivo

Um terço das greves são marcadas nos meses de negociação do OE

Um terço das greves são marcadas nos meses de negociação do OE

Organizações sindicais da Administração Pública assumem que é forma de pressão sobre Governo e grupos parlamentares.

É normal no calendário legislativo: o bimestre de discussão do Orçamento do Estado (OE) regista um aumento do número de avisos prévios de greve, sobretudo na Administração Pública, chegando a representar um quarto ou mesmo um terço do total do ano. Não é coincidência.

"É claramente assumido por nós: a ideia das greves nesta altura visa condicionar o Governo e a discussão no Parlamento", assume ao JN o coordenador da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, com 31 organizações filiadas na CGTP, Sebastião Santana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG