O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Universidades admitem rever regimes de bónus a estudantes de Direito

Universidades admitem rever regimes de bónus a estudantes de Direito

Prática de inflacionar médias de estudantes de Direito vai ser repensada em Coimbra e Lisboa.

Pelo menos duas das universidades que estão a aplicar o regime de bonificação das médias finais dos cursos de Direito admitem reanalisar a prática. A informação surge um dia depois de três associações de estudantes do Minho e do Porto terem informado, ao JN, que vão interpor uma ação judicial administrativa de impugnação de regulamentos de seis universidades de Coimbra e Lisboa que estão a inflacionar a média final dos estudantes de Direito.

No caso da Universidade de Coimbra, o assunto já estava em cima da mesa: "A presente direção da Faculdade [de Direito], na sequência de uma reunião tida há várias semanas com o provedor do estudante, já vinha discutindo o assunto e já tinha dado indicações no sentido de se repensar o tema".
Em causa estão seis universidades que atribuem, aos licenciados de Direito, uma média de final de curso bonificada mediante a obtenção de objetivos como não reprovar a qualquer disciplina ao longo do curso, o que discrimina os estudantes das outras faculdades que não aplicam bonificação. No caso de Coimbra, esta prática acontece "há décadas" e visa compensar os alunos "pela existência de uma cultura institucional avessa a dar boas notas nos primeiros anos do curso, ao mesmo tempo que criava um incentivo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG