Saúde

Utentes convocados por SMS para tomarem vacina da gripe

Utentes convocados por SMS para tomarem vacina da gripe

O modelo operacional usado para a imunização contra a covid-19 vai ser replicado na campanha de vacinação sazonal da gripe, cuja primeira fase arranca segunda-feira nos lares. DGS recomenda vacina a pessoas com sequelas respiratórias da covid-19, mas não é gratuita.

A norma de vacinação contra a gripe 2021/2022, publicada esta tarde de sábado pela Direção-Geral da Saúde, estabelece que as Administrações Regionais de Saúde com o apoio da SPMS vão mapear as pessoas elegíveis em cada região para a vacina gratuita da gripe.

Os pontos de vacinação do SNS, depois de validarem e atualizarem as pessoas elegíveis "procedem ao agendamento da vacinação e à convocatória das pessoas, de acordo com os grupos prioritários definidos" na norma.

O agendamento e a convocatória são realizados através do envio de SMS automáticos pelas unidades de saúde ou a nível central pela SPMS. As unidades de saúde podem ainda recorrer ao telefonema ou à carta para chamar os utentes, como resulta do documento da DGS.

A ordem de chamada terá de respeitar uma hierarquia de grupos etários decrescentes e "quando clinicamente fundamentado, a gravidade clínica das patologias definidas". Recorde-se que esta semana ficou a saber-se que os centros de vacinação covid-19 vão ser usados para vacinar contra a gripe.

O mesmo documento da DGS recomenda, pela primeira vez, a toma da vacina da gripe a pessoas que ficaram com sequelas respiratórias da covid-19. A condição não faz, no entanto, parte das patologias abrangidas pela vacinação gratuita.

PUB

A primeira fase da campanha de vacinação gratuita arranca amanhã para residentes, utentes e profissionais de estabelecimentos de respostas sociais, como os lares de idosos, e dos cuidados continuados, para profissionais do SNS e grávidas.

A segunda fase, cuja data não foi avançada, integrará os maiores de 65 anos e doentes com determinadas patologias, nomeadamente respiratórias, cardiovasculares, insuficiência renal e diabetes, entre outros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG