Exclusivo

Utentes de lares não conseguiram inscrição para votar nas presidenciais

Utentes de lares não conseguiram inscrição para votar nas presidenciais

Perto de 13 mil pessoas inscreveram-se para o voto no domicílio, que se realiza esta terça e quarta-feira. Não se sabe, porém, quantos desses residem em lares. Nem quantos ficaram de fora.

Depois de ser confirmado que os utentes das estruturas residenciais ilegais não se poderiam inscrever, houve outro entrave à participação eleitoral dos idosos: muitos lares não conseguiram fazer a inscrição. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) admite que tal aconteceu por falta de "coincidência efetiva dos dados".

Para os utentes dos lares se conseguirem inscrever no voto no domicílio, os seus dados tinham que ser dados, primeiro, à Segurança Social para que fossem comparados a confinados. Depois, teriam de se inscrever junto da Secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (MAI). E foi aí que se verificaram os problemas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG