Premium

Vagas universitárias nos cursos pós-laborais não chegam a 5% do total

Vagas universitárias nos cursos pós-laborais não chegam a 5% do total

As vagas disponibilizadas pelas instituições de ensino superior públicas em regime pós-laboral têm diminuído de ano para ano e já não chegam sequer a 5% do total. Com a agravante de que estão a ser ocupadas, maioritariamente, por alunos que não conseguiram entrar no regime diurno. Isto quando Portugal sofre de um défice enorme de formação de adultos.

Na 1.ª fase do Concurso Nacional de Acesso, foram libertados 2406 lugares, o que representa 4,7% do total de vagas postas a concurso. Valor que contrasta com as 2577 lançadas em 2016, altura em que valiam 5,3% do total.

Feitas as contas, abriram, neste concurso, 73 cursos em regime pós-laboral, a maioria dos quais - 71% - em institutos politécnicos e os restantes em universidades. Direito, Contabilidade, Hotelaria e Turismo, Marketing e Publicidade e Gestão e Administração são as áreas fortes. E, tirando o caso de um mestrado integrado, todos os restantes cursos são licenciaturas.