Exclusivo

Vaticano autoriza que se abram arquivos para investigar abusos sexuais

Vaticano autoriza que se abram arquivos para investigar abusos sexuais

A Santa Sé autorizou a igreja em Portugal a disponibilizar os arquivos históricos existentes em cada diocese à equipa de historiadores e arquivistas que estão a estudar os abusos sexuais. A novidade foi avançada por Pedro Strecht, o coordenador da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais Contra as Crianças na Igreja Católica Portuguesa, numa conferência sobre o tema realizada esta quarta-feira em Braga.

A equipa de historiadores e arquivistas, liderada por Francisco Azevedo Mendes, vai estudar a vida da Igreja ao longo dos séculos, "com o objetivo de chegar, de forma inequívoca ao esclarecimento e à verdade dos factos através do estudo dos Arquivos Históricos existentes em cada diocese, num trabalho de colaboração e confiança mútua com cada bispo diocesano", explicou Strecht.

Com as denúncias de abusos quase a chegar às três centenas e meia, o coordenador da comissão não tem dúvidas de que as vítimas são "centenas e centenas". "Temos relatos diretos de pessoas que afirmam, com nomes e datas, que outras pessoas também foram abusadas na mesma altura que elas", e estes abusos "também são contados", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG