O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Velocidade do regresso às aulas divide Governo

Velocidade do regresso às aulas divide Governo

Matrizes de reabertura pedidas por António Costa aos peritos dão respaldo para avançar já com creches e pré-escola.

Os planos apresentados pelos peritos no Infarmed deram ao Governo margem de manobra para iniciar a reabertura do país, retomando o ensino presencial das creches e do pré-escolar e vendas ao postigo. Agora, a decisão será política e, dentro do Executivo, ainda nenhuma está tomada. Até porque se mantêm duas visões em confronto: há quem retenha a mira na Páscoa e quem queira iniciar mais cedo uma reabertura controlada das escolas que, aliás, o Governo já começou a preparar.

António Costa tem pouco tempo para sedimentar ideias, já que amanhã se reúne com o presidente da República e com os parceiros sociais. Ainda vai auscultar os partidos e simplificar as matrizes propostas pelos peritos, antes de anunciar o plano de reabertura, na quinta-feira. Para isso, dispõe agora de "uma base científica mais sólida", disse o primeiro-ministro, após a reunião no Infarmed. Em cima da mesa, sabe o JN, estão várias opções, sendo que a reabertura da escola para crianças mais pequenas teve o respaldo dos planos apresentados esta segunda-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG