Nacional

Ventura quer convergência à direita para construir "alternativa de Governo"

Ventura quer convergência à direita para construir "alternativa de Governo"

O presidente do Chega anunciou, esta segunda-feira, que vai entrar em contacto com PSD, CDS-PP e Iniciativa Liberal para construir "uma plataforma de convergência" à direita, que se apresente como alternativa ao Governo de António Costa

"Vamos voltar a propor, a todos, todos sem exceção, Iniciativa Liberal, CDS-PP e PSD, que possamos pelo menos ter uma plataforma de convergência, uma plataforma de conversa, para apresentar ao senhor Presidente da República, caso isso seja necessário, uma alternativa de Governo, que eu acho que é momento e altura de começarmos a construir", declarou André Ventura, à saída de uma audiência com o Presidente da República, no Palácio de Belém.

Ventura disse ter sido "muito direto" e "muito frontal" com Marcelo Rebelo de Sousa neste encontro, no qual foi discutida a situação política atual da direita portuguesa.

Mesmo com "o desgaste do Governo", apontou, é hoje "evidente que a direita está numa posição difícil do ponto de vista de criar consensos e de criar pontes para ser uma alternativa de Governo".

"O Chega vai voltar a tentar conversar com toda a direita, com estes três partidos, com a IL, com o CDS-PP e com o PSD, vamos procurar marcar uma grande conferência à direita", avançou, sem adiantar pormenores sobre contactos já efetuados.

Para Ventura, "se a direita não conseguir apresentar uma alternativa de Governo credível, sólida, com menos impostos, com mais ajudas às pessoas, com o apoio às forças de segurança, com o apoio aqueles que trabalham" então está "a falhar" na sua missão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG