Política

"Vergonha", "ódio" e "perseguição". Um dia de alvoroço no congresso do Livre

"Vergonha", "ódio" e "perseguição". Um dia de alvoroço no congresso do Livre

A manhã do primeiro dia do IX Congresso do Livre ficou marcado por um ambiente tenso e por trocas de acusações entre Joacine Katar Moreira e membros da direção. Recorde as frases e palavras de uma manhã de alvoroço e azáfama política.

A primeira conclusão do primeiro dia de congresso do Livre, que se realizou este sábado, dá como adiada a votação da Assembleia do partido para retirar confiança política a Joacine Katar Moreira. Ficou decidido que os novos órgãos, que serão eleitos pelo congresso, tomarão essa decisão mais tarde.

Porém, para chegar até aqui, o Livre teve uma manhã de muito alvoroço, que começou logo às 9 horas da manhã, na entrada para o congresso, que se realiza no Centro Cívico Edmundo Pedro, em Alvalade, Lisboa.

"Estou aqui para evitar o suicídio do Livre"

"Quantas vezes temos ruturas com pessoas e depois não percebemos? Foi por isto que estivemos zangados?"

"Houve falta de maturidade política, mas não é suficiente para retirar confiança política"

"Houve 60 mil pessoas que votaram no partido e estão profundamente desiludidas. Profundamente tristes"

"O que querem fazer à Joacine Katar Moreira é uma injustiça"

"Que se trate isto com bom senso e espírito democrático"

"Sou do partido do Rui Tavares, do Rafael, do Pedro Mendonça, da Joacine Katar Moreira e só me sinto bem se for deles todos"

"Sem ética nunca estaremos numa verdadeira normalidade democrática"

"Sou confrontada com a restrição da minha liberdade de escolha"

"O relatório fere a minha honra e a minha dignidade"

"Isto é uma perseguição absoluta. Como ousam dizer que fui desleal, que não ouvi as pessoas?"

"Elegeram uma mulher que gagueja, uma mulher negra e que deu jeito para a subvenção"

"Usam o ódio de que fui alvo para me tentarem afastar"

"Tenham vergonha"

"O Livre prefere ser fiel aos seus princípios do que manter quaisquer cargos políticos"

"É bom ver aqui [congresso] as vossas caras teimosas, de fundadores, aqueles que se juntaram depois de várias derrotas eleitorais"

"O Livre tem o direito de sentir a sua consciência tranquila por ter feito essa defesa de princípios da forma mais justa, mais democrática, mais transparente e também mais humana"

"Ninguém apresentou refutações factuais do que diz essa resolução"

"Os cidadãos esperavam outro tipo de representação por parte do Livre"

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG