Em entrevista conjunta ao JN e TSF, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa fala da polémica em torno da raspadinha e afirma que "não há nenhum indicador que aponte para uma dependência patológica".

Entrevista JN/TSF

Edmundo Martinho: "A raspadinha é a que representa a taxa mais baixa do jogo patológico"

Edmundo Martinho: "A raspadinha é a que representa a taxa mais baixa do jogo patológico"

O também coordenador da Comissão de Estratégia Nacional de Luta contra a Pobreza revela que houve um aumento dos pedidos de apoio, situação que "não vem só dos últimos meses". Edmundo Martinho diz que procura está associada a "situações de precariedade laboral e social".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG