O Jogo ao Vivo

Não se considera intocável e garante que usará o resultado eleitoral de janeiro para "continuar a luta" do PCP. Em entrevista ao JN e à TSF, Jerónimo de Sousa afirma que não tem compromissos com partidos, mas está disponível para a convergência.

Entrevista JN/TSF

Jerónimo de Sousa: "O PS não queria soluções. Queria eleições"

Jerónimo de Sousa: "O PS não queria soluções. Queria eleições"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG