De postura resignada e num discurso curto em que justificou a hecatombe eleitoral com o fracasso no apelo ao voto útil da Direita, Rui Rio assumiu a derrota e anunciou que abandona o partido se o PS tiver maioria absoluta.

PSD

Rui Rio: "Não atingimos nem de longe nem de perto os objetivos"

Rui Rio: "Não atingimos nem de longe nem de perto os objetivos"

Primeiro em português e depois em alemão, o líder do PSD já não vê como pode ser útil ao partido: "O primeiro responsável sou eu". Sem usar a palavra mágica da "demissão", Rui Rio anunciou que não se mantém na liderança do PSD se o cenário fosse de maioria absoluta do PS: "Eu sou o primeiro a dizer que estando numa perspetiva de serviço público que é sempre o meu estilo eu não consigo argumentar como é que posso ser útil ao partido. Só se alguém conseguir argumentar, eu não consigo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG