Exclusivo

Vitória "expressiva" traz ao PSD renovação profunda na direção

Vitória "expressiva" traz ao PSD renovação profunda na direção

Não deverá sobrar um "rosto" na Direção do PSD depois da vitória "expressiva" de Luís Montenegro (73%), que atingiu os 100% em 18 secções do partido e ganhou 22 dos 23 círculos eleitorais. Jorge Moreira da Silva apenas saiu vencedor em 40 das 316 estruturas locais do partido. Mas o resultado histórico em diretas disputadas não garante a Montenegro que não pode acabar por ser um líder de transição.

Com a chegada de Montenegro ao poder, dois anos depois de ter desafiado Rui Rio em diretas, esperam-se mudanças profundas na Direção do partido, carregada de nomes próximos do presidente do PSD que cessa funções no congresso de 1, 2 e 3 de julho no Porto.

Apesar de já ter dito que tenciona integrar apoiantes de Moreira da Silva e poder ter ao seu lado alguns "rostos" associados a Rui Rio, como o seu mandatário da Juventude (João Pedro Luís, que foi escolha pessoal do líder em funções para encabeçar a lista por Portalegre nas legislativas de janeiro), é de esperar que Luís Montenegro se rodeie de homens da sua confiança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG