Newsletter Editorial

Covid-19 passou a ameaça "muito elevada"

Covid-19 passou a ameaça "muito elevada"

O novo coronavírus continua a marcar a atualidade. A Organização Mundial de Saúde aumentou o risco para "muito elevado" e Portugal antecipa a chegada da epidemia. Até ao momento, ainda não há casos confirmados no país.

No mapa da Europa, Portugal ainda é das poucas nações sem casos de infeção pelo Covid-19. Os dados mais recentes da Direção Geral da Saúde (DGS), divulgados na tarde desta sexta-feira, revelam que nas últimas 24 horas foram registados sete novos casos suspeitos. O balanço total é de 59 casos suspeitos encaminhados para despiste, 57 dos quais apresentaram resultados negativos. Os restantes dois ainda estão em avaliação.

As autoridades reforçam medidas e admitem a possibilidade de ocorrer uma epidemia no país. Para isso contribui a decisão da Organização Mundial de Saúde (OMS) de aumentar o risco de ameaça para "muito elevado".

Apesar dos apelos à calma - como o de António Guterres, que pediu à comunidade internacional para evitar o alarmismo -, reações como a que aconteceu na escola EB1 de Lagos, em Vilar do Paraíso, em que só quatro alunos foram às aulas, revelam como a população está preocupada.

Para evitar mais casos como este, a DGS lançou, também esta sexta-feira, um microsite dedicado ao novo coronavírus, onde se responde a questões como as medidas de proteção e o que fazer em caso de viagem.

A nível mundial, a Coreia do Sul já apresenta mais novos casos por dia do que a China. Sendo estes dois países, o Irão e Itália aqueles que registam mais casos confirmados. Os dados da OMS apontam para 83.694 pessoas infetadas em 53 países, das quais morreram 2.861.

Da economia ao desporto, passando pelo turismo, além do problema de saúde, o Covid-19 está a afetar todos os outros aspetos da vida em sociedade. Até o Juventus, de Cristiano Ronaldo, vai ter de jogar à porta fechada, tal como outros clubes italianos. O jogador já lamentou jogar sem público, mas disse que "a saúde é o mais importante".

Espero que tenha um bom fim de semana. E lembre-se: se tiver sintomas que possa associar ao novo coronavírus ligue para o SNS 24 (808 24 24 24) e não se dirija ao centro de saúde ou ao hospital.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG