Newsletter Editorial

Golos, penáltis e uma estreia de sonho

Golos, penáltis e uma estreia de sonho

O fim de semana futebolístico manteve os três grandes empatados no topo da Liga portuguesa. Em Itália, Ronaldo fez o primeiro jogo pela Juventus, dois dias antes de saber que está entre os três candidatos a melhor jogador do ano da UEFA, mas quem brilhou a sério foi André Silva, autor de três golos na estreia pelo Sevilha.

A segunda jornada do campeonato português teve emoções fortes, sobretudo no Jamor, onde o F. C. Porto suou para derrotar o Belenenses (3-2), num jogo com dois penáltis assinalados por ação do videoárbitro. Os dragões estiveram a ganhar por 2-0, mas a equipa lisboeta reduziu através da primeira grande penalidade do encontro e a seguir empatou. Os descontos viriam, no entanto, a sorrir aos portistas, na sequência do segundo castigo máximo assinalado pelo árbitro Carlos Xistra depois de ir ver as imagens do VAR, convertido por Alex Telles.

Embora as decisões de Xistra não tenham sido contestadas pelos intervenientes diretos no jogo, o Benfica tratou de aquecer o ambiente nas redes sociais.

O triunfo manteve o F. C. Porto no topo da classificação, com os mesmos pontos de Benfica e Sporting, que tinham ganho no sábado a Boavista e Vitória de Setúbal. O Braga é que não manteve a pedalada e, três dias depois de ter sido afastado da Liga Europa, deixou dois pontos nos Açores, num jogo em que esteve a ganhar por 3-0 e permitiu o empate ao Santa Clara (3-3).

Em Itália, Cristiano Ronaldo fez a estreia oficial pela Juventus. O craque português não marcou ao Chievo, mas a equipa de Turim conseguiu a vitória nos instantes finais (3-2), depois de ter estado a perder. Na próxima semana, Ronaldo tentará festejar o primeiro golo, mas para já pode ir reservando espaço no museu para mais um troféu individual, pois está nomeado ao prémio de melhor jogador do ano da UEFA.

A grande estreia portuguesa do fim de semana aconteceu em Espanha, onde a Liga arrancou com triunfos naturais do Barcelona e Real Madrid. No primeiro jogo pelo Sevilha, o avançado André Silva fez um "hat-trick" no triunfo sobre o Rayo Vallecano (4-1) e tornou-se o primeiro jogador a marcar três golos na estreia no campeonato espanhol desde o brasileiro Romário, em 1993. Para que conste, Cristiano Ronaldo precisou de 27 jogos para fazer o mesmo e Messi só o conseguiu ao 38.º jogo.

Em Inglaterra, enquanto o Manchester City arrasa quem lhe aparece pelo caminho (goleou o Huddersfield, por 6-1), o Manchester United tropeçou logo à segunda jornada, perdendo no estádio do Brighton (3-2), numa partida cujo desfecho deixou José Mourinho furioso. Na próxima jornada, os "red devils" tentarão responder, mas têm pela frente um osso duro em Old Trafford, onde receberão o Tottenham.

ver mais vídeos