Newsletter Editorial

Luto na política

Esta sexta-feira fechou uma semana de luto com três mortes no mundo da política, de dois ex-governantes, Pina Moura e João Ataíde das Neves, e do socialista Pedro Baptista. Também a morte do escritor e colunista Vasco Pulido Valente foi notícia esta tarde. As mensagens recordando o contributo destas figuras multiplicaram-se nos discursos e nas redes sociais. Na Internet, cresceu também a onda de revolta contra o cavaleiro João Moura, perante as fotos dos cães de raça Galgo que deixou subnutridos, um dos quais morreu. Nove foram acolhidos por uma associação, que lançou uma campanha de donativos.

Depois de terem sido conhecidas na véspera as mortes de Pedro Baptista, comissário das comemorações da Revolução Liberal do Porto, e de Joaquim Pina Moura, ex-ministro da Economia, esta sexta-feira soube-se que o deputado socialista João Ataíde das Neves, ex-secretário de Estado do Ambiente, morreu de doença súbita durante a madrugada. Esteve quinta-feira na Assembleia da República, onde participou na votação da proposta de lei da despenalização da eutanásia.

O país foi surpreendido com outra notícia triste durante esta tarde: o escritor, historiador e colunista português Vasco Pulido Valente morreu no hospital em Lisboa onde estava internado. As notícias de mortes não ficaram por aí. José Carlos Saldanha, o homem que se levantou na Assembleia da República, rogando por tratamento médico à hepatite C, e que pediu ao ministro da Saúde para não o deixar morrer, faleceu esta sexta-feira, em Lisboa.

Outro assunto que tem marcado a semana ganhou novos contornos, com a indignação a crescer nas redes sociais contra João Moura. Das quase duas dezenas de cães de raça Galgo resgatados da herdade do cavaleiro com sinais evidentes de subnutrição, nove foram recolhidos pela associação "O Cantinho da Milú" e estavam a recuperar, embora ainda sem poderem receber visitas nem ser adotados. A associação informou ainda que uma fêmea estava internada e lançou duas contas bancárias para donativos.

Esta sexta-feira foram também notícia os dois novos casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus que deram negativo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG