O Jogo ao Vivo

Newsletter Editorial

Verdades que magoam e imagens que comovem

Verdades que magoam e imagens que comovem

Chamam-lhe o "rei das subidas", "elevador automático", mas Vítor Oliveira é muito mais que isso. É um senhor do futebol, com estatuto e crédito para dizer o que pensa e, mais que isso, ser levado a sério. Vai daí, as palavras que disse no final do Gil Vicente-Sporting têm ainda mais impacto, sobretudo a quem anda distraído no mundo da bola. Este Sporting, de facto, é um interruptor. Tanto está em cima, como está em baixo, e para uma equipa grande isso não serve. Falta qualidade à formação de Alvalade e Vítor Oliveira disse-o com todas as palavras.

A verdade é dura, incomoda, mas os resultados leoninos mostram que Vítor Oliveira tem razão. Louve-se ainda a coragem de o afirmar a poucas horas de novo duelo com o Sporting, este para a Taça da Liga. Silas pode utilizar as palavras do técnico do Gil Vicente para, pelo menos, espicaçar os jogadores. A estratégia não é nova, mas costuma dar resultado. E não custa tentar.

Se o recado do fim-de-semana pertence a Vítor Oliveira, a imagem fica preenchida com as lágrimas de Madjer. Portugal sagrou-se tricampeão do Mundo de futebol de praia, no Paraguai, e o capitão despede-se, aos 42 anos, dos areais com mais um troféu na mão. É o ponto final num percurso de sonho de um jogador consensual entre colegas, treinadores e adeptos.

E é de sonhos que vale a pena falar. A Premier League foi palco de mais um momento emocionante. David Martin estreou-se aos 33 anos no principal escalão e logo na baliza do West Ham, clube que apoia desde o berço. No final, não sofreu qualquer golo e celebrou a vitória em Stamford Bridge. Afinal, nunca é tarde.

Lá para junho, também voltaremos a sonhar com novo título europeu. As bolinhas da sorte ditaram que Alemanha e França são dois dos adversários de Portugal. Para os mais desconfiados, será a oportunidade ideal para confirmar se Portugal joga mesmo melhor contra as seleções mais fortes. No final do sorteio, Fernando Santos mostrou-se sorridente, o que não é muito comum. Bom presságio?

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG