Exclusivo

Aqui os animais são sempre bem-vindos

Aqui os animais são sempre bem-vindos

Yang, Windu e Beccas conhecem lojas, centros comerciais, restaurantes e até hotéis. A possibilidade de permanecerem em espaços públicos é uma conquista para a dignidade dos companheiros de quatro patas, mas, tanto nos hábitos como nas leis de bem-estar animal, Portugal ainda está atrasado.

Não fosse o próprio nome e o logótipo à entrada ter a silhueta de um gato e, à primeira vista, nada denunciaria que este restaurante é, de alguma forma, diferente. Há mesas, cadeiras e uma vitrina que expõe os bolos e tartes frescas da tarde. O movimento é próprio da hora de pós-almoço: três mesas ocupadas com pessoas a beber café. Atrás do balcão estão as donas e uma funcionária. Percorre-se toda a primeira sala e não há sinal de animais. Nada faz parecer que é aqui um dos restaurantes pet friendly do centro do Porto.

Quem elucida é Fátima Meireles, uma das sócias de O Porto dos Gatos: "Está ali a protagonista de hoje". Yang, deitada no chão, ao lado do dono, estava ali, sim, discreta. Na mesa mesmo ao lado do balcão, ninguém dá pela presença da cadela, que se mostra serena, mesmo com o aproximar de pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG