O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Como ser mais produtivo no trabalho

Como ser mais produtivo no trabalho

Não, não é por ficar no escritório até mais tarde que vai ter mais rendimento. Muito menos por ser multitasking. Um manual de instruções para trabalhadores aflitos.

A hora de jantar a aproximar-se, os filhos em casa a perguntar se ainda falta muito para chegar, metade das tarefas rabiscadas no post-it que tem à frente ainda por cumprir, o chefe a pressionar, o stress a invadir-lhe as têmporas (e o peito, e o estômago, e tudo o resto) e outra vez aquela sensação de não ter aproveitado a jornada de trabalho como devia, com uma promessa, repetidas vezes sem conta ainda que com reduzido efeito prático, de que tem de começar a ser mais produtivo. Quem nunca? Artur Queirós, especialista em Psicologia do Trabalho e das Organizações e sócio-gerente da Alento, empresa que trabalha, entre outras, a área da gestão pessoal de carreira, admite que este é um problema que volta e meia lhe chega às mãos. "Às vezes, tem a ver com uma má gestão de tempo, noutros casos com problemas de comunicação e na maior dos casos está relacionado com a liderança da própria empresa." Problemas que invariavelmente se refletem no rendimento profissional. Mas não desespere. Há formas de o melhorar.

Desde logo, realça Teresa Espassandim, psicóloga, é preciso desconstruir uma ideia preconcebida que só serve para baralhar. "Quando pensamos em produtividade, há quem pense em trabalhar mais. Isso está errado. Temos é de pensar em trabalhar melhor." A especialista em Psicologia Vocacional e do Desenvolvimento de Carreira sublinha ainda a necessidade de tornar as dimensões do trabalho mais sustentáveis, por oposição ao conceito de "modern slavery" [escravatura moderna], que mais não é do que uma exploração do trabalho dos outros. Vem isto a propósito de uma premissa importante quando falamos de aumentar a produtividade a título individual: a de que este objetivo será tão mais realista quanto mais o contexto empresarial o proporcionar. "Se estiver num sítio onde trabalho com condições difíceis, vai ser difícil implementar estratégias para melhorar. Até porque o stress crónico é inimigo da produtividade."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG