Histórias

Porto Editora: do Piolho para o Mundo, sempre em família

Porto Editora: do Piolho para o Mundo, sempre em família

Por Ana Tulha Eram os primeiros anos da década de 1940. A Segunda Guerra Mundial contaminava a Europa com um rasto de destruição irreparável. Portugal assistia ao desenrolar dos acontecimentos ao longe, mas agonizava com o impacto do conflito. Era o tempo de Salazar e do Estado Novo. Do medo e das restrições a todas as formas de liberdade. E ainda assim, no Porto, um grupo de professores, parte deles universitários, conspirava para rasgar horizontes. Indiferentes às amarras da ditadura, numa Europa demasiado entorpecida pela escuridão da guerra para alimentar a produção intelectual, teimavam que haviam de abrir uma livraria. […]

Para saber mais clique aqui: www.noticiasmagazine.pt