O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Metaverso: o mundo paralelo onde as empresas querem estar

Metaverso: o mundo paralelo onde as empresas querem estar

O universo digital que recria a realidade física e onde podemos entrar através do nosso avatar para fazer compras ou assistir a concertos cresce à velocidade da luz. Os gigantes tecnológicos estão a investir e os portugueses não passam ao lado. Do desporto, com o F. C. Porto, à moda, com a Fly London, não faltam exemplos. Sejam bem-vindos ao metaverso.

Há um ano, outubro de 2021, Mark Zuckerberg fez o anúncio e o Facebook, ou melhor, a empresa mãe mudou o nome para Meta. A manobra não foi inocente, uma espécie de antecipação do futuro. O próprio Zuckerberg admitiu aí que "o metaverso é a próxima fronteira" e revelou um investimento de quase nove mil milhões de euros nesse universo virtual. A gigante multimilionária já tinha dado sinais de interesse no metaverso muito antes disso. Em 2014 havia comprado a startup Oculus, que produz óculos de realidade virtual, e três anos depois lançava o Spaces (agora Horizon Worlds), a plataforma onde é possível mergulhar num mundo paralelo e criar o nosso avatar para interagir com outras pessoas que também por aí deambulem através dos seus avatares.

Mas o metaverso não é um conceito de hoje, já vem da literatura do século passado. O termo surgiu no livro de ficção científica Snow Crash, de Neal Stephenson, de 1992. Era a ideia de um mundo ficcional, de um universo virtual, onde as pessoas eram representadas por avatares, ou seja, por uma imagem digital de cada um de nós. Trinta anos depois, o Facebook não está sozinho nesta euforia, longe disso. As gigantes tecnológicas - e não só - estão a desbravar caminho numa ambiciosa aposta, onde entra o mundo dos jogos, é certo, desde o Fortnite ao Roblox, mas que quer ir para lá disso, para o mundo do trabalho, do espetáculo, da moda. Microsoft, Adidas, Porsche, Nike, Warner, Sony, Visa, Walmart estão na corrida e isso é prova que baste. E as empresas portuguesas não ficam para trás.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG