Premium

Joanetes: os pés são uma orquestra que às vezes desafina 

Joanetes: os pés são uma orquestra que às vezes desafina 

Deformidade progressiva, dolorosa, incapacitante. Eis os joanetes. Os sapatos bicudos e de salto alto têm culpa no seu aparecimento, mas não são os únicos fatores. Quase todas as soluções desaguam na cirurgia.

"Hallux valgus" é o nome científico. André Gomes, médico ortopedista do Centro Hospitalar Universitário do Porto e professor no ICBAS - Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, troca por miúdos esse desalinhamento que provoca uma proeminência óssea. "Joanete é uma deformidade do pé em que há um desvio grande em direção aos restantes, formando uma saliência que se torna vermelha e dolorosa chamada "bunion", podendo inflamar localmente e dar uma bursite dolorosa", explica. Paulo Amado, coordenador de Medicina Desportiva e Artroscopia Avançada do Hospital Lusíadas do Porto, acrescenta alguns fatores. É uma patologia, uma deformidade do antepé, que piora com a idade, mais comum no Ocidente por questões culturais. "É mais frequente nas mulheres." Muito por culpa dos sapatos.

Graça Maria sofreu com os joanetes, foi operada, ficou bem. Os problemas nos pés deram sinal depois dos 50 anos. Primeiro, uma operação aos esporões nos dois pés. Raio-X, cirurgia, alívio momentâneo. O desconforto voltou, a situação piorou, consultas no calista. "Os dedos dos pés doíam-me. Saía da cama e caminhava torto, enquanto o pé não estava quente. Caminhar era doloroso", recorda. "Tinha dores todos os dias e eram constantes." Dor a calçar os sapatos, quebra-cabeças a comprar calçado. Por vezes, caminhava nos calcanhares para atenuar o mal-estar. Decidiu ouvir um especialista e o diagnóstico foi claro: os joanetes eram responsáveis pela dor e a operação deveria ter sido marcada anos antes.