Premium

Os sabores da infância dos chefs

Os sabores da infância dos chefs

Cheiros, paladares e truques que aprenderam em pequenos e entranharam-se de tal forma que ficaram gravados naquilo que, ainda hoje, os mais famosos cozinheiros portugueses confecionam. Viajámos pelas recordações de alguns dos melhores especialistas na arte de cozinhar. E resgatámos passados felizes que influenciaram futuros de sucesso.

Aquelas vindimas em Favaios. Aqueles anos em que a pequena aldeia transmontana do concelho de Alijó era vida cheia em tempos de colheita da uva que daria vinho. Aqueles cheiros. Aquela cozinha farta, quase bruta, da avó Amélia que alimentava quem passava a jorna em trabalho duro.

Aquela gente de trabalho a alentar estômagos vorazes em sorrisos permanentes. Aquele burburinho dos pratos, dos talheres, das panelas de barro. Aqueles sabores. Aquela mesa grande, aquelas brasas. Aquele fogão a lenha que a tantas bocas dava de comer. Aquela alquimia que dali saía e que o pequeno Rui tentava perceber e imitar para orgulhar a avó e a si próprio.