O Jogo ao Vivo

Premium

Voluntários sem fronteiras

Voluntários sem fronteiras

Gustavo, Márcio, Sara, João, Armindo e Inês levam medicina onde se morre à nascença. Histórias de médicos e enfermeiros que fazem milagres pelo Mundo com quase nada.

Podiam ser viagens para cenários idílicos, não fosse a pobreza, a guerra, a doença. Ou os efeitos da natureza que, de vez em quando, fustigam terras e povos sem dó nem piedade. São, na verdade, viagens para cenários de terror, com destino a lugares onde homens e animais apenas existem. Onde se morre ao nascer e o som das bombas cala o chilrear dos pássaros. Onde a força da natureza afundou a existência.

"É uma viagem ao desconhecido, ao que ninguém sabe, ao que ninguém quer saber", diz Gustavo Carona, médico anestesista. Já fez 12 missões de ajuda humanitária em dez países. "Àquilo que nunca ninguém viu." E por isso não existe para muitas pessoas. Em África, esteve em Moçambique, na República do Congo, na República Centro-Africana e no Burundi. Em 2011 e 2012, viajou para o Paquistão e o Afeganistão. Em 2013, aterrou na Síria e há dois anos voou para o Iraque. Este ano já esteve no Iémen e na Palestina.