O Jogo ao Vivo

Imagens

Últimas

Ana Paula Laborinho

Pensar devagar

O Brexit dominou a agenda, suspensos dos dramas pouco shakespearianos que se desenrolaram no Parlamento britânico. Os dados estavam lançados e não houve novidade, mas o caos instalado e a profunda divisão da sociedade são uma tragédia à procura de autor que encontre solução para as peripécias. Desta vez, a fleuma esteve do lado de cá do canal, com os parceiros europeus alinhados na resposta ao Reino Unido, mantendo a porta aberta, mas atentos ao espetáculo sem fim à vista.

Ana Paula Laborinho

Trabalho digno 

Em 2013 e 2014, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) publicou vários estudos sobre os países europeus mais afetados pela crise internacional, centrando a atenção na queda drástica do número e qualidade de postos de trabalho. Passados cinco anos, a OIT analisou a resposta à crise em Portugal, destacando a recuperação do mercado de trabalho, a diminuição das taxas de desemprego e o retorno à negociação coletiva. O relatório apresentado esta semana destaca os múltiplos fatores que impulsionaram estes resultados: desde a política monetária do BCE e o forte crescimento das economias dos parceiros comerciais, a fatores internos como a dinâmica das empresas exportadoras, a reestruturação do setor público ou o rápido progresso dos níveis de escolaridade e formação.