Opinião

A aposta na inovação

A aposta na inovação

O recente barómetro da inovação na Europa, "European Innovation Scoreboard 2021", releva Portugal para o grupo dos países ditos "moderados", após no ano passado ter integrado o grupo dos "inovadores fortes". Trata-se de um assunto que deve merecer a melhor atenção, em particular, na Região Norte.

No livro "Innovation in real places: strategies for prosperity in na unforgiving world", Dan Breznitz apresenta ideias sobre inovação e estratégias de desenvolvimento, estimulando os líderes locais a seguir modelos realistas e regionalmente apropriados para o crescimento e inovação. Neste quadro é vital investir em bons sistemas de educação, parcerias com universidades e atrair empresas inovadoras que apostem no conhecimento, embora considere que algumas regiões mantenham uma batalha perdida para manter o desenvolvimento económico.

Num momento em que se discutem as prioridades do próximo período de programação, urge definir as prioridades e respetivos recursos em atividades de I&D empresarial e de apoio à investigação aplicada, subordinada a objetivos estratégicos de desenvolvimento dos territórios. Urge considerar meios para a criação de emprego qualificado em atividades intensivas de conhecimento, em empresas inovadoras em serviços e produtos, na inovação nas PME e potenciar a política de registo de patentes e de marcas. Desta forma, será possível retomar o pelotão dos países fortemente inovadores.

PUB

Mas, é igualmente determinante apostar na interligação entre o poder regional, as empresas e o sistema científico, a base dos ecossistemas regionais de inovação que, por sua vez, deve também atender a uma lógica de coesão territorial. Desta forma, será possível dar resposta aos desafios de um país regionalmente mais equilibrado e coeso.

Em síntese, a inovação deve ser considerada um tema de regime, transversal a toda a sociedade. É vital assumir politicamente, tanto na narrativa como na prática, qual o modelo de desenvolvimento que se pretende para o país: o do passado, ou um modelo inovador que aposte no conhecimento, enquanto pilar de desenvolvimento e de coesão do país.

Docente universitário

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG