Opinião

O futuro passa pela aposta na educação

O futuro passa pela aposta na educação

A divulgação dos resultados da entrada dos novos estudantes no Ensino Superior foi um dos temas que marcaram a atualidade nacional deste fim de semana. Os números revelam tendencialmente um maior equilíbrio territorial da procura do Ensino Superior.

Não obstante a redução de candidatos em relação ao ano anterior, as instituições localizadas em regiões de menor pressão demográfica tiveram mais estudantes colocados em primeira opção e aumentaram o seu peso relativo no total. Esta observação evidencia, por um lado, que as políticas públicas podem ter um papel ativo e, por outro lado, o reconhecimento pelas famílias das potencialidades instaladas no país.

Para o bem do aproveitamento dos recursos disponíveis, é fundamental continuar com medidas públicas, de forma a garantir maior coesão do país, bem como melhorar a competitividade internacional e sustentabilidade do Ensino Superior. Para tal, também pode contribuir o ingresso de estudantes internacionais, cujas previsões apontam um aumento considerável, bem como a elevada procura em formações curtas nos politécnicos.

Esta trajetória de crescimento é vital, pois os indicadores internacionais dizem que Portugal continua a comparar mal com países mais desenvolvidos, havendo um difícil percurso para cumprir as metas europeias de aumento do número de diplomados.

A formação superior continua a fazer a diferença na qualidade de vida, na possibilidade de emprego e no envolvimento cívico dos jovens. A qualificação superior é uma boa opção para uma inserção mais rápida no mercado de trabalho, pois os diplomados demoram menos tempo a conseguir emprego e têm, em média, ganhos salariais superiores. Trata-se de um investimento com elevado retorno, tanto para as famílias, como para a sociedade.

Contudo, se quisermos apostar na formação superior e na inovação é fundamental diminuir o subfinanciamento crónico do investimento público no sistema de Ensino Superior e na ciência, num contexto que se antecipa de grande imprevisibilidade.

*REITOR DA UTAD

ver mais vídeos