Opinião

Na crise compre produtos portugueses

Na crise compre produtos portugueses

Em boa hora o Governo lançou uma campanha promocional dos produtos agroalimentares com vista a animar, embora de forma tímida, a economia nacional. O setor agrícola está, também, a ser afetado por esta crise, especialmente os pequenos agricultores que mostram dificuldade na escoação dos seus produtos.

As recomendações da OMS, para combater a Covid-19, sugerem uma dieta rica em frutas e legumes frescos, a fim de reforçar o sistema imunitário. Neste sentido, Portugal pode tirar proveito da diversidade climática e da inovação de produtos, além de uma reputação de produção de qualidade diferenciada e segura. Efetivamente, o nosso país reúne condições únicas para a produção hortofrutícola de exportação, assim como uma sólida formação técnica nas organizações e associações de produção.

Este setor apostou na tecnologia e inovação, na modernização e capacitação das empresas agrícolas e também no marketing agroalimentar. Contudo, são conhecidas as fragilidades da falta de dimensão e organização que, por sua vez, têm implicações nos custos de produção e no poder negocial perante os canais de distribuição. Por outro lado, o setor depara-se com falta de mão de obra, tema que foi timidamente abordado esta semana pela Comunicação Social.

Mas, as debilidades de organização dos pequenos produtores agravaram-se neste cenário de pandemia, realidade que exige um olhar analítico dos canais de escoamento, nas várias cadeias de distribuição de produtos portugueses.

Por isso, comprar produtos locais deverá ser uma prática de todos os portugueses.

*Reitor da UTAD

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG