O Jogo ao Vivo

Opinião

Uma Universidade de portas abertas para o Douro

Uma Universidade de portas abertas para o Douro

Ao longo do seu percurso histórico, a UTAD enquanto instituição situada num território desafiante assumiu, a par dos pilares do ensino e da investigação, uma estratégia de apoio à comunidade, impulsionando o desenvolvimento regional do Interior.

A Universidade tem acompanhado a dinâmica económica e cultural da região, deixando a sua marca em muitos projetos que marcam o percurso de um território, como a classificação do Alto Douro Vinhateiro como Património da Humanidade, lembrando que foi um dos seus docentes o coordenador da candidatura à UNESCO. É conhecido o impacto que a chancela UNESCO tem no Douro, em especial no setor do turismo, comprovado por um estudo realizado pela UTAD passados alguns anos sobre a classificação de Património da Humanidade.

Apostando numa forte interatividade com o território, a UTAD viu esta estratégia consagrada com a criação da Cátedra UNESCO em Geoparques e Desenvolvimento Regional Sustentado, voltada para uma formação avançada e multidisciplinar no Douro e Trás-os-Montes.

PUB

Reconhecendo a dimensão humana no trabalho hercúleo de um povo que enfrentou a natureza, ao longo dos séculos, vencendo todas as adversidades, permitindo dotar o território de uma beleza ímpar enquanto "paisagem evolutiva viva", a UTAD continua a honrar o esforço e saber acumulados dos homens e mulheres do Douro, ao criar conhecimento e inovação, formando os melhores e mais consagrados enólogos que trabalham na região e no país.

Mas, o futuro passará por novas dinâmicas que poderão ter expressão em muitos domínios, quer na génese do Laboratório Colaborativo da Vinha e do Vinho sob a égide da ADVID quer, mais recentemente, com a delegação do Instituto Fraunhofer na área da agricultura de precisão. Poderá tratar-se de uma aposta impulsionadora de programas de desenvolvimento, de investigação e de inovação para o Douro e todo o Interior do país.

Nota: Aproveito este espaço para dedicar as minhas últimas palavras em memória do nosso bom amigo e defensor da causa do Interior, Jorge Coelho, que partiu recentemente e que deverá ter essa justa e merecida homenagem.

*Reitor da UTAD

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG