Opinião

Mais do mesmo com ovos e salsichas

Mais do mesmo com ovos e salsichas

Arranca a Liga e, apesar de algumas manifestações de vontade em mudar o paradigma do futebol português, o que se perspetiva é mais do mesmo.

O Sporting de Braga volta a ser pioneiro com propostas de remodelação profunda no futebol português, mas terá parceiros suficientes para que a mudança aconteça? Haverá interesse e dinheiro para que tal avance? Os adeptos irão perceber? As organizações irão acompanhar? Na essência, os adeptos gostam dos clubes e não propriamente do futebol. Gostam que a sua equipa ganhe e, no final, levante mais um troféu. Não importa bem como. Mais imprevisibilidade? Mais emoção? Mas, nesse quadro, o risco de perder também é maior, sobretudo para os grandes. Será muito interessante seguir a discussão levantada pelo emblema de António Salvador, mas a procissão ainda vai (muito) no adro.

Em Portugal, domina a previsibilidade, basta olhar para o histórico dos campeões (apenas cinco), mas na Alemanha a coisa ainda consegue ser mais monótona ou não tivesse o Bayern Munique conquistado os últimos 10 campeonatos! Lá como cá, também é mais do mesmo, um menu cansado de ovos mexidos com salsichas. Uma das opções que, cada vez mais, surge à mesa dos portugueses, esganados e sem condições para comprar bife do lombo e suportar os aumentos da luz.

Querem mais competitividade, dentro e fora do campo? É fácil, basta distribuir mais recursos financeiros pelos mais pequenos. Seria fantástico ver um Chaves a lutar pelo título ou por uma presença na Liga dos Campeões. Há vontade para isso? Aguardo com ansiedade a aplicação da centralização dos direitos televisivos que está prometida para 2027/28.

Bom reforço do F. C. Porto antes do pontapé de saída da Liga. Não é argentino, nem brasileiro, mas tem excelente relação com a bola e estava ali à mão de semear no Estoril. André Franco merece a oportunidade no Dragão.

*Editor adjunto

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG