Opinião

A "bazuca" interior

Existe um projeto de identificação de escaravelhos nomeados popularmente como vaca-louras muito interessante. O website é http://www.vacaloura.pt.

Conversando com responsáveis notei que a maioria dos ""achados"acontecia nas áreas densas do litoral quando o habitat expectável dos mesmos se atribui ao interior do país. Culpa da procura? Culpa de migrações destes insetos - e portanto, responsabilidade da oferta? No fundo, os responsáveis seguiram o economista Alfred Marshall e responderam: culpa disso tudo.

Esta ""identificação" enviesada segue muitas outras - desde a identificação dos crimes de violência doméstica até aos números da leitura de jornais e de livros. No fundo, os fenómenos são identificados porque, existindo, há também quem os procure e os identifique, apresentando-os nos média ou nos artigos científicos.

Quando escuto responsáveis políticos falarem da "bazuca" e do PRR (Plano de Recuperação e de Resiliência), escuto cada vez menos falarem de quem vive a leste da Nacional 2. Culpa da procura? Culpa da oferta? No fundo, culpa disso tudo.

Como discuti no livro "Economia do esquecimento", décadas de modelos de desenvolvimento que acarinharam o crescimento rápido de alguns setores localizados no litoral, combinados com padrões de desenvolvimento da formação educativa que desprestigiaram o sucesso nas áreas menos densificadas (quer de gentes quer de capitais) e regados com preconceito implícito da gestão do investimento nacional conduziram-nos a esta realidade. Enquanto uns carregam a bazuca, outras são o alvo dela.

*Professor de Economia da Universidade do Minho

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG