Foi no ano 21

Crise de golos

O Braga saiu da Mata Real com um empate de sabor amargo depois de ter dominado praticamente toda a partida. Foi o segundo nulo consecutivo, a expor uma pequena crise de golos que se vive entre os Guerreiros do Minho.

Diante de um Paços de Ferreira muito organizado e a gerir bem o jogo, a estratégia montada por Carlos Carvalhal para atacar a partida foi suficiente para dominar a bola mas não para criar perigo junto da baliza de André Ferreira. Apesar do domínio bracarense, uma única oportunidade flagrante em noventa minutos está muito aquém do pontencial da equipa.

Mas não se pense que o problema esteve nos avançados. Os problemas do Braga nesta partida sentiram-se praticamente em todos os sectores, verificando-se muita dificuldade para contrariar a pressão alta da equipa de Paços de Ferreira. A equipa tem sofrido muitas mexidas nas primeiras cinco jornadas do campeonato e os oito pontos somados estão muito longe de satisfazer as expectativas dos adeptos.

É pressionado por dois jogos amargos sem marcar que o Braga vai defrontar o Estrela Vermelha de Belgrado na próxima quinta-feira. O clube sérvio traz boas (2007) e más (2005) memórias aos bracarenses pelo que se espera que Carlos Carvalhal saiba reinventar a equipa para encontrar os golos que têm faltado e devolver a alegria aos adeptos.

Em cima

Com seis jogadores do Sporting de Braga, a seleção nacional de futebol de praia sagrou-se Campeã da Europa no passado Domingo na Figueira da Foz. Parabéns aos campeões!

Em baixo

PUB

O castigo aplicado ao Sporting de Braga e ao Vitória de Guimarães porque os adeptos entoaram "ninguém faz o cartão" evidencia a cultura de censura em que o futebol português está mergulhado. Insólito, incompreensível e inaceitável.

Adepto do Braga

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG