Opinião

O CHVNGE e os grandes hospitais universitários da península ibérica

O CHVNGE e os grandes hospitais universitários da península ibérica

O modelo de benchmarking clínico serve para níveis de comparação entre Instituições Hospitalares. Esta metodologia tem os seguintes critérios: dimensão, complexidade, demora média, número de médicos e serviços clínicos (IASIST).CHVNGE foi incluído há 8 anos pelo seu desempenho num Grupo de 30 Hospitais de natureza central e universitária na Península Ibérica, onde constam os hospitais portugueses CHUSJoão, CHUPorto-S.António, CHUCoimbra, CHULN-S. Maria, CHULC-S.José(IASIST-Relatório de 3 anos - 2013). A inclusão do CHVNGE está fundamentada devido à sua complexidade e diferenciação idênticas ás dos 30 Hospitais. Avaliações dos centros de excelência do CHVNGE como Cirurgia Plástica e Reconstrutiva, Cirurgia Cardiotorácica, Cardiologia, Neurocirurgia e a Oftalmologia evidenciaram complexidade superior. Acresce que o desempenho do CHVNGE no regime ambulatório cirúrgico alcançou uma taxa bruta de ambulatorização de 71%. Esta performance coloca o CHVNGE ao nível dos 30 melhores hospitais centrais universitários da Península Ibérica. Relativo à metodologia de benchmarking da ACSS - Administração Central dos Serviços de Saúde, o critério de selecção do número de camas como medida dos recursos técnicos disponíveis é uma variável enviesante, que penaliza incorretamente o CHVNGE, atendendo ao SUBDIMENSIONAMENTO DA LOTAÇÃO DE CAMAS inerente à População dependente (rácio de 1,6 camas comparado com 3,4 camas por mil habitantes em Portugal. ACSS através de relatório comparativo entre Hospitais Portugueses de 2012 a 2018‬ fundamentou a

superior diferenciação do CHVNGE com um Índice de Case Mix de 2018 superior à média dos Hospitais avaliados. Relativamente à eficiência, a análise das 22 variáveis utilizadas, documentou um elevado desempenho e diferenciação do CHVNGE , sendo superior à média dos Hospitais avaliados.A Reclassificação do CHVNGE tem evidência, mérito e fundamentação, é benéfica à População e promove elevação do SNS regional e nacional.

*Diretor Serviço Cirurgia Plástica Reconstrutiva Craniomaxilofacial Mão e Unidade de Microcirurgia - CHVNGE

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG