Opinião

O bem comum

Devemos sempre desconfiar quando por detrás das grandes discussões políticas estão interesses particulares em detrimento dos coletivos.

A possibilidade de adiar as eleições autárquicas previstas para entre setembro e outubro, primeiro por Santana Lopes, que se mostrou disponível para uma eventual candidatura no caso de uma alteração de datas, e a sucessão de declarações públicas de lideranças políticas, epidemiologistas e de outros especialistas, faz parte desse movimento subterrâneo.

Vamos então às perguntas, que contêm em si as respostas, mesmo sabendo que atravessamos um dos momentos mais duros da nossa vida coletiva com as três crises que nos assaltam, sanitária, económica e social, e quando só a contagem diária das mortes por covid e dos infetados nos parece sobressaltar. Ressalvando, também, que o que mais tememos é uma quarta vaga com a violência desta e que ninguém quer ver multiplicadas por 308 eleições as dificuldades a que assistimos nas Presidenciais de janeiro.

Adiar porquê, se no verão passado não havia limites ao Avante, ao turismo, às praias, e quando hoje centramos a nossa esperança numa vacina que garantirá imunidade de grupo assim que tiver chegado a 70% da população?

Adiamos nesta altura em nome de quê, ansiando a normalidade antes que estes dias tomem conta do quotidiano e passem a ser normais, não podendo deixar de ser sublinhada a conclusão mais óbvia da reunião de peritos desta semana no Infarmed, segundo a qual muita testagem e eficácia na vacinação são as melhores alternativas ao confinamento.

O permanente adiamento da vida é, pelo contrário, o pior testemunho destes tempos, em que temos a obrigação de saber usar os avanços da ciência para continuarmos a viver.

O exercício da política é a arte de bem gerir o bem comum, sobretudo a governação de proximidade que tem feito do poder local o único capaz de atenuar as desigualdades e assimetrias no país. E é essa responsabilidade que não podemos suspender.

PUB

*Diretor-geral Editorial

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG