Opinião

Carta a um universitário

Carta a um universitário

Por esta altura do ano, costumo escrever cartas aos estudantes. Todavia, desconfio que serão mais os pais que leem o que escrevo. Por isso, decidi escrever em registo de tweet ou post... Talvez assim atinja melhor o público-alvo deste texto, com quem tanto necessito de conversar por estes dias.

#Bem-vindos. O início de um ano letivo enche-nos de entusiasmo. Os estudantes chegam cheios de expectativas e nós aqui estamos, prontos para acolher o melhor de cada um a fim de começarmos juntos a viagem pelo universo do conhecimento.

#aproveitatudocomgarra. O tempo de um universitário pode preencher-se com aulas, trabalho individual, trabalhos de grupo e atividades extracurriculares. Dedica-te a tudo com determinação. E constrói um curriculum paralelo. Lembra-te deste princípio: "um médico que apenas sabe de medicina, nem de medicina sabe...".

#porumsemestrecomaulas. É difícil pôr um ano letivo em marcha, porque há muitas atividades em paralelo. As reitorias preparam sessões de boas-vindas, as associações de estudantes organizam semanas de receção ao caloiro e os estudantes mais velhos promovem diariamente as temíveis praxes. Não faltes às aulas, por favor.

#praxesmenosviolentas. Os caloiros precisam de integração. Não querem ser sujeitos a práticas vexatórias, muitas delas promovidas por estudantes que ostentam no braço várias fitas pretas, símbolo do número de matrículas que vão acumulando. Conto contigo para bem acolher os mais novos.

#pelofimdaslatadas. Que sentido têm os desfiles de estudantes pelas ruas com latas presas às pernas que depois são largadas nos sítios mais inesperados? Combate estas iniciativas que tanto contrariam a consciência ambiental que os mais novos garantem ter.

#conhecepessoas. Uma universidade é um espaço que se enche de muitas e variedades gentes. Da mesma cidade, de outras cidades ou países. Cada um chega com referências diversas e vai construindo os seus percursos. Nestes anos, crescerão amizades que levarás contigo. Para sempre.

#tuéssingular. Vou repetir-te várias vezes que agora não basta ser bom. É preciso ser excelente. Sabes porque me ouvirás reiteradamente a dizer isso? Porque acredito em ti. Nas tuas capacidades, na tua determinação, na tua criatividade. Estás aqui para voar.

#umpedidoespecial. Em 2014, nas proximidades da UMinho, três estudantes morreram numa luta de praxes. Nunca mais esquecerei aquele final de tarde em que cheguei ali poucos minutos depois de tudo acontecer. Ajuda a preservar a memória dos teus colegas. Não façam aí praxes!

*Prof. Associada com Agregação da UMinho