O Jogo ao Vivo

Opinião

"Levanta-te", o desafio do Papa aos jovens

"Levanta-te", o desafio do Papa aos jovens

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) foi criada por João Paulo II na sequência do Ano Internacional da Juventude, proclamado pela ONU em 1985. Nos dois primeiros anos, 1986 e 1987, celebrou-se em Roma e depois em Buenos Aires no Domingo de Ramos, o domingo anterior à Páscoa. Depois passou a ser no verão, de dois em dois anos. Com Bento XVI realizou-se de três em três. A última aconteceu no Panamá, em 2019, e deveria realizar-se em Lisboa em 2022, mas por causa da pandemia foi adiada para 2023.

Nos anos em que não acontecia o encontro internacional com o Papa, continuou a celebrar-se no Domingo de Ramos ao nível diocesano. Porém, como no ano passado o Papa Francisco entregou os símbolos das JMJ a uma delegação de Lisboa num Domingo de Cristo Rei, as comemorações diocesanas da juventude foram trasladadas para este domingo que encerra o Ano Litúrgico Católico.

Ontem - Domingo de Cristo Rei - celebrou-se pela primeira vez nas dioceses de todo o Mundo a Jornada Mundial da Juventude.

Todos os anos o Papa escolhe um tema para mensagem que dirige aos jovens. Como o tema das JMJ de Lisboa será "Maria levantou-se e partiu apressadamente" (Lc. 1, 39), nestes dois últimos anos o Papa tem refletido sobre o dinamismo da conjugação verbal "levantar-se".

No ano passado o tema foi: "Jovem, Eu te digo: levanta-te" (cf. Lc. 7, 14). Estas foram as palavras dirigidas por Jesus ao cadáver do filho da viúva de Naim. Jesus tem compaixão daquela mulher, aproxima-se e toca o corpo sem vida para o ressuscitar.

Este ano o tema escolhido pelo Papa são as palavras que Jesus dirige a Saulo: "Levanta-te! Eu te constituo testemunha do que viste!" (cf. At. 26, 16). Saulo, de perseguidor de cristãos, converte-se em anunciador de Jesus Cristo. Assume o nome de Paulo e converte-se no "apóstolo dos gentios".

As JMJ são uma oportunidade para os jovens se deixarem tocar por Jesus e desenvolverem um novo dinamismo, bem traduzido por "levantar-se".

PUB

Para muitos, assim tem sido. Para tantos outros, esse encontro deu-se fora das jornadas. Pouco interessa qual é a mediação, o que importa é que o encontro aconteça!

Padre

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG